terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Perfil do Gestor em Segurança - um guia para candidatos e recrutadores






No atual cenário empresarial, variáveis como complexidade, incertezas, ameaças, riscos potenciais ou iminentes nunca foram tão presentes. O momento, ditado pelo mercado, passou a exigir profissionais cada vez mais capacitados para atuar nas diversas áreas de negócios. Destarte, quando se fala em sobrevivência do negócio, o fator segurançaaparece como algo vital para a sobrevivência das empresas. Mas, o sucesso na condução dos negócios depende, essencialmente, das pessoas, dos diversos profissionais que compõem uma empresa. No que se refere à Segurança, não há mais espaços para o empirismo, afinal, trata-se de uma área estratégica para a empresa que, em função de sua complexidade, exige a atuação de profissionais cada vez mais capacitados e aptos para esta empreitada. Dentro deste contexto, muito se tem falado a respeito do profissional responsável pelo departamento de Segurança nas empresas públicas ou privadas. No intuito de responder algumas indagações, vamos discorrer sobre o perfil do Gestor de Segurança.

No Brasil, diversas instituições de ensino superior, há cerca de 10 anos, vêm oferecendo cursos de graduação e pós-graduação na área de segurança pública e privada. Quanto ao nome dos cursos, existem várias denominações: Gestão em Segurança Privada, Gestão em Segurança Empresarial, Gestão Estratégica da Segurança Corporativa, Analista de Riscos, etc.

Em 2010, foi reconhecido pelo Ministério de Trabalho e Emprego a profissão do Gestor em Segurança com o CBO (Código Brasileiro de Ocupação) nº 2526-05. O MTE classificou esta profissional e traçou algumas características no que concerne ao perfil profissiográfico do Gestor em Segurança.



Características e responsabilidades do Gestor em Segurança, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego:


1. Características, responsabilidades e competências do Gestor em Segurança



1.1. Área de atuação

Profissionais da administração dos serviços de segurança.



1.2. Títulos para o Gestor em segurança

Gerente de segurança empresarial, Tecnólogo em gestão de segurança empresarial, Tecnólogo em gestão de segurança privada.



1.3. Descrição Sumária

Gerenciam as atividades de segurança em geral. Elaboram planos e políticas de segurança. Realizam análises de riscos, adotam medidas preventivas e corretivas para proteger vidas, o patrimônio e restaurar as atividades normais de empresas. Administram equipes, coordenam serviços de inteligência empresarial e prestam consultoria e assessoria.



1.4. Condições gerais de exercício

Os profissionais da segurança privada atuam em empresas privadas ou públicas, em atividades industriais, comerciais e de serviços em geral. Podem trabalhar com carteira assinada ou conta própria/autônomo. Trabalham em equipe, com supervisão ocasional, em ambientes fechados e horários irregulares. O trabalho pode ser exercido de forma presencial ou à distância.



1.5. Formação e experiência

Para o pleno exercício da função é necessário graduação tecnológica em segurança privada ou curso superior, em outra área mais curso de especialização em segurança. Experiência profissional de menos de um ano.


2. Competências do Gestor em Segurança



Esse profissional atua no planejamento, gerenciamento e execução de políticas públicas na área de segurança. Elabora, planeja, gerencia e executa estratégias de segurança para empresas privadas.

Deve conhecer as diversidades regionais, sociais, econômicas, culturais e a política da área de segurança existente no país. Deve ser conhecedor dos Direitos Humanos, da Constituição Brasileira e ter referências éticas sólidas.



2.1. Gerenciar atividades de segurança

Atividades:

• Gerenciar atividades de segurança patrimonial.

• Gerenciar atividades de transporte de valores.

• Gerenciar atividades de escolta armada.

• Gerenciar atividades de segurança pessoal.

• Gerenciar atividades de segurança eletrônica.

• Conduzir sindicância interna.

• Participar de atividades de segurança da informação.

• Interagir com demais áreas da empresa e órgãos externos.

• Elaborar projetos de segurança.

• Elaborar política de segurança.

• Elaborar normas e procedimentos.

• Elaborar planejamento estratégico.

• Elaborar plano tático.



2.1.1. Elaborar Planos de Segurança

• Elaborar plano operacional.

• Elaborar planos de contingência e/ou emergência.

• Elaborar plano de continuidade de negócio.

• Elaborar planos de gerenciamento de crise.

• Propor ações para mitigação de riscos.



2.1.2. Realizar análise de Riscos

• Identificar riscos.

• Identificar vulnerabilidades.

• Classificar riscos.

• Identificar ameaças.

• Identificar impactos.

• Identificar probabilidade de sinistro.

• Identificar ativos a serem protegidos (tangíveis e intangíveis).

• Analisar trajeto.



2.2. Administrar Recursos Humanos

• Ministrar treinamentos e cursos.

• Participar da integração de funcionários.

• Monitorar comportamento.

• Elaborar escala de trabalho.

• Remanejar funcionários.

• Fiscalizar documentação legal de funcionário (vigilante).

• Solicitar demissão de funcionário.



2.3. Gerir Recursos Financeiros e Materiais

• Propor desenvolvimento e/ou melhorias de produtos de segurança.

• Definir equipamentos de segurança.

• Selecionar fornecedores.

• Aprovar compras de equipamentos e serviços de segurança.

• Conferir materiais e serviços solicitados.



2.4. Coordenar Atividades de Inteligência Empresarial

• Receber informações.

• Selecionar informações.

• Selecionar receptores das informações.

• Analisar informações.

• Propor ações preventivas e corretivas.

• Difundir informações.

• Simular cenários.



2.5. Prestar Consultoria/Assessoria

• Identificar necessidades do cliente.

• Emitir parecer de segurança.

• Negociar contrato.

• Acompanhar implementação do plano ou projeto de segurança.

• Auditorar plano e/ou projeto de segurança.


3. Competências pessoais para o Gestor em Segurança



• Demonstrar liderança.

• Demonstrar visão estratégica.

• Demonstrar pró-atividade.

• Demonstrar perspicácia.

• Demonstrar flexibilidade.

• Demonstrar capacidade de negociação.

• Demonstrar liderança.

• Demonstrar capacidade de persuasão.

• Demonstrar capacidade de trabalhar em equipe.

• Demonstrar capacidade de administrar conflitos.

• Demonstrar equilíbrio emocional.

• Demonstrar capacidade de observação.

• Demonstrar capacidade de manter sigilo.


4. Considerações finais



Gerir um departamento de segurança ou atuar nas diversas áreas deste segmento, não é uma tarefa fácil. É necessário o domínio de diversas áreas do conhecimento e, sobretudo, compreender a conjuntura que envolve o processo segurança na gestão de uma empresa. Por isso, é mister informar que, a escolha de um profissional com formação específica é necessária.

Conduzir os processos que envolvem a segurança, em suas diversas ramificações, é algo espinhoso e complexo, por isso, a escolha do Gestor em Segurança deve ser pautada levando-se em conta a sua formação acadêmica, pois, caso contrário, existe o risco da área de segurança ser conduzida por pseudos gestores.
Sugestão de leitura: Dicas e Macetes do Gestor de Segurança.


FONTE: OGUEDES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...